Publicado em: 30 de novembro de 2013

Alta de preços de serviço afeta até festival de Campos do Jordão

A Copa deve alterar até mesmo a rotina de festivais de música clássica, como o festival de inverno de Campos de Jordão, que acontece anualmente em julho.

As passagens aéreas para trazer músicos de fora estão muito acima dos preços pagos no ano passado, e os organizadores do festival temem pelo aumento nos custos da prestação de serviços.

Uma diária de ônibus que custa R$ 1.000 vai sair por ao menos R$ 1.600 no período da Copa, diz Renato Kiste, diretor da Shift, que presta serviço de transporte para o mercado corporativo.

Ele acredita que os preços vão subir mais. “Muitos prestadores de serviço estão segurando a venda para cobrar até três vezes mais na Copa.”

Apresentação da Osesp durante a edição de 2012 do festival de Campos do Jordão (SP)

Apresentação da Osesp durante a edição de 2012 do festival de Campos do Jordão (SP)

A R1, que presta serviço de áudio e vídeo para empresas em eventos, estima queda de 20% nas receitas em 2014. “O mercado vai parar três meses: um mês antes e um depois da Copa”, diz Raffaele Cecere, diretor comercial.Os prestadores de serviço que conseguirem atender diretamente as duas dezenas de empresas de evento selecionadas pela Fifa devem faturar bastante. Já quem não conseguir entrar nesse circuito deverá sofrer.

Ele espera compensar a perda atendendo bares e empresas, com a instalação de telões para exibição de jogos. “Se as empresas declararem feriado, o prejuízo vai ser grande pois as pessoas vão assistir aos jogos em casa”, afirma.